11.10.07

"Tinha a morte dentro de mim. E é horrível estar grávido da morte."

"Não há nada de mais horrível do que a cobardia. Compreendi a frase do Hemingway,
quando quiseram saber o que é que ele achava da morte e a resposta foi: «Outra puta.»
Porque a morte é sempre uma puta e, a uma puta, não se pode dar confiança.
Uma amiga, que é minha médica, disse-me:
«Tens que aprender a viver com isto.» Não, não tenho.
Não tenho de viver com um filho da puta. Eu não vivo
com um cabrão, quero destruí-lo, não quero viver com ele."

"Agora, apenas sinto mais admiração por aquilo a que chamam pessoas comuns. Não existem pessoas comuns. Se temos a arte de fazer com que a alma do outro se abra, então, todas as pessoas são incomuns. Há uma riqueza extrema dentro de cada um de nós. É como nos livros. Ou sabemos tocar no mistério das coisas e, neste caso, o livro é bom. Ou não sabemos tocar no mistério das coisas e, pelo contrário, o livro é mau.
Se Deus quiser, hei-de escrever mais alguns livros."

7 comentários:

Pedro disse...

Não sabia :(

Que se ponha bem depressa, os filhos da puta deste mundo como eu precisam dele :)

Anônimo disse...

essa entrevista comoveu-me tanto que nem imaginas *.*


nowadays


já viste o livro novo dele na fnac com capa dura e autografado a 41 euros? um roubo `_´

Filipa disse...

Acabei de ler a entrevista e automaticamente, quando li a definição do Hemingway, um poema que escrevi há uns dois anos veio-me à memória...


Amo por de mais a vida

Sim, amo-a tanto, que talvez por isso,

A tenha violado de forma tão vil

Como cabe ao verdadeiro poeta:

Amá-la até à loucura de se amar ,

Amá-la mais até do que existir

E quando a dor,

Vil puta vestida de condôr,

Me deixa, enfim,sozinha,

Eu pude ver,

Com a lucidez de uma criança,

Como era enorme a vida do

Outro lado da margem:
(...)

Lua disse...

Ai o homem ''vive'' na minha faculdade e eu nem sabia...espero que não se perca uma grande besta pensadora...

Beijinho pa ti**

Luís Monteiro disse...

" A tragédia da morte consiste em que ela transforma a vida em destino", André Malraux

Luís Monteiro
http://rascunhosvirtuais.blogspot.com/

the girl in the other room disse...

Ele é grande da pontinha do pé à pontinha do cabelo. Abanei com esta entrevista :|

Liliana Lopes disse...

Lobo Antunes no seu estilo sempre irreverente... único e marcante.

**

A.'s shared items in Google Reader