8.10.09

às sextas na cave | quando o poema se cumpre | 9 outubro



José Rui Teixeira é autor de vários livros de poesia e editor da Cosmorama. Publicou, entre outros, Assim na Terra, pela Quasi Edições, e, em Setembro de 2009, reuniu no livro Diáspora, editado pela Cosmorama, o que, segundo o próprio, constitui "aquilo que eu entendo ser o meu 'corpus' poético."

Filipa Leal é jornalista, locutora e colabora regularmente com o Teatro do Campo Alegre, no seu ciclo «Quintas de Leitura», integrando o colectivo poético «Caixa Geral de Despojos». Entre outros, publicou Cidade Líquida & Outras Texturas e O Problema de ser Norte, pela Deriva.

Marta Bernardes é artista plástica, performer, cantora e letrista de vários projectos musicais, nomeadamente o Projecto É grave, tendo-se estreado na poesia com o livro Arquivo de nuvens publicado pelos Cadernos do Campo Alegre.

Os autores José Rui Teixeira e Filipa Leal foram recentemente incluídos numa antologia de Poesia Portuguesa Contemporânea, promovida pela revista colombiana Arquitrave: Arquitrave.

5 comentários:

Mrs.Dalloway disse...

Era um crime perder. *

Andreia C. Faria disse...

Pois é, cheguei atrasada... Deambulei por aqui ao som da minha velha amiga Joan (casa da música, dia 17). até breve.

A. disse...

Mrs. Dalloway: Era e será.

Andreia, que bom encontrar-te por aqui. No mesmo dia da Joan, há Silverio no Plano B. Acho que me irei inclinar para lá.
Por favor, deambula *

lebredoarrozal disse...

como correu? conta-me tudo:P

A. disse...

lebre:

Olha, passamos para o primeiro piso e o ar tornou-se mais respirável. Agora vamos ver em que piso continuamos. O José Rui não pode ir, vamos a ver se estará na próxima. Elas foram muito naturais, boémias q.b. (cada uma com o seu copo de vinho) e, mais uma vez, falamos muito da Adília Lopes.

A.'s shared items in Google Reader